Após mediação do MPT, FUSVE tem que apresentar documentação no dia 15 de agosto

fusve-750px

Nosso Sindicato protestou e, após mediação do Ministério Público do Trabalho (MPT), a FUSVE (Universidade Severino Sombra), com sede em Vassouras, terá que apresentar uma série de documentos relativos à representação sindical de seus funcionários. A luta do SAAERJ é para que a instituição respeite a representação sindical e os direitos de seus auxiliares de administração escolar. Segundo denúncias, a instituição resolveu tratar parte dos empregados da nossa categoria como se fossem da área de “saúde” simplesmente porque estão lotados num Hospital Universitário.

Em mediação realizada em 2 de agosto último, na sede do MPT em Volta Redonda, ficou estabelecido em ata que a Fundação deverá entregar ao SAAERJ documentação completa sobre a relação de empregados dos últimos 5 anos, bem como para onde foram recolhidas as suas contribuições sindicais, e o atual estatuto da FUSVE.

Além destes documentos, deverão ser apresentados acordos ou convenções coletivas diversas da Convenção do Ensino Superior Particular do Estado do Rio de Janeiro, os quais estejam sendo utilizados pela instituição para reajustar os salários e ignorar a verdadeira representação dos empregados, sobretudo daqueles deslocados para o Hospital Escola.

A entrega desta documentação ficou agendada para o dia 15/08/2017, às 14h, na Presidência da Fundação (na sede em Vassouras). Nesse dia, o Presidente do SAAERJ, Elles Carneiro, estará pessoalmente na instituição para verificar o cumprimento da medida e a mudança efetuada (em nosso entender, de forma irregular) na representação sindical de empregados pertencentes à nossa categoria, mesmo antes de haver qualquer alteração estatutária da Fundação (que é educacional e, portanto, pertencente ao Ensino Superior).