Matérias sobre o tema: Baixada Fluminense

campanhasalarial

Conheça as sugestões de pauta reivindicatória para Caxias e Baixada. Assembleia dia 3/11

O Sindicato publica aqui as sugestões de Pauta de Reivindicações para os ensinos Infantil, Fundamental e Médio, além dos cursos livres, de Duque de Caxias e dos demais municípios da Baixada Fluminense.

Assembleia convocada para 3 de novembro próximo, 5ª feira, debaterá essas sugestões e decidirá as Pautas a serem encaminhadas aos patrões. A reunião será realizada às 18h30 em nossas Delegacias Sindicais (veja o Edital).

Reveja aqui o Edital de Convocação da Assembleia

Veja aqui a sugestão de Pauta para Duque de Caxias

Veja aqui a sugestão de Pauta para a Baixada Fluminense

Estado do Rio já tem novo Piso Estadual

O governador em exercício, Francisco Dornelles, assinou a Lei nº 7267, de 26 de abril de 2016, que estabelece as novas faixas do Piso Salarial Estadual do Rio de Janeiro. Todos os trabalhadores que não têm Convenção ou Acordo Coletivo de Trabalho devem receber, no mínimo, o valor estabelecido na lei para sua categoria profissional. O Diário Oficial já publicou a nova tabela de Pisos Estaduais.

Clique aqui para ver a Lei nº 7267 com o Piso Estadual

SAAERJ divulga sugestões de pautas de reivindicação 2016

Confira nos links abaixo as pautas de reivindicação sugeridas pelo Sindicato para a Baixada Fluminense e Duque de Caxias. As pautas finais serão decididas em assembleia com os trabalhadores.

Clique para ver a pauta da Baixada

Clique para ver a pauta de Caxias

Delegacia da Baixada recebe interessados em fazer acordo

Em função de não haver Convenção Coletiva com as instituições educacionais da Baixada este ano (pelo descaso dos representantes patronais, que não mantêm contato com o SAAERJ), a delegacia de Nova Iguaçu está preparada para receber os colégios que queiram fazer um Acordo Coletivo.

Porque não houve Convenção Coletiva com a Baixada em 2015

– com antecedência, o SAAERJ enviou a pauta de reivindicações ao representante patronal;

– até a data da mesa-redonda, o patronal não manteve contato com o SAAERJ;

– na mesa-redonda, acontecida na Superintendência Regional do Trabalho, o patronal alegou não ter recebido a pauta (que foi entregue em mãos) e solicitou seu sobrestamento por 30 dias;

– durante todo esse período de negociações interrompidas, o patronal não fez qualquer contato com o SAAERJ;

– passado o prazo final, o Sindicato solicitou à Superintendência Regional do Trabalho o arquivamento do processo, por absoluta falta de interesse dos representantes patronais.

Importante: na ausência de Convenção ou Acordo Coletivo de Trabalho, as instituições estão obrigadas a pagar, no mínimo, o Piso Estadual para a categoria.