SOBEU ignora proposta da categoria e SAAERJ comunica ao Ministério Público que manterá cobrança de atrasados na Justiça

UBM
A Direção da SOBEU – Sociedade Barramansense de Ensino Superior – e da UBM – Centro Universitário de Barra Mansa – não respondeu à contraproposta de acordo sobre o pagamento de salários e direitos atrasados apresentada pelos trabalhadores, conforme definido em assembleia da categoria em 11 de março último.
Diante do descaso patronal com a sobrevivência e dignidade de seus empregados, o SAAERJ comunicou ao Ministério Público do Trabalho (MPT) de Volta Redonda que manterá e ampliará a cobrança dos atrasados na Justiça do Trabalho. O fracasso do acordo mediado pelo MPT custará caro à SOBEU, que terá que arcar com multas e outras verbas, somadas à dívida principal. Estamos também, no momento, iniciando o processo para cobrar o auxilio alimentação que nunca foi pago, embora conste de cláusula da Convenção Coletiva.
O MPT foi comunicado que já correm na Justiça as seguintes ações coletivas contra a SOBEU/UBM:
– ACC nº 0101632-57.2016.5.01.0551
Objeto: multa por atraso salarial e indenização por danos morais.
– ACC nº 0100129-93.2019.5.01.0551
Objeto: 13º salários dos anos de 2017 e 2018 e indenização por danos morais.
– ACC nº 0100179-22.2019.5.01.0551
Objeto: férias em dobro 2016/2017 e indenização por danos morais.
O SAAERJ se colocou à disposição do MPT, inclusive para novas reuniões, se for o caso.