CADE RESPONDE À DENÚNCIA DO SAAERJ SOBRE AQUISIÇÃO DA ESTÁCIO PELA KROTON

Kroton-Estacio

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE – respondeu à denúncia do nosso Sindicato sobre os riscos da anunciada aquisição da Universidade Estácio de Sá pela Kroton Educacional S.A., cujas consequências podem gerar desemprego em massa na Estácio. O Grupo Kroton, impulsionado por capitais estrangeiros desde 2009, vem crescendo vertiginosamente através da aquisição de universidades e outras instituições de ensino em todo o país, agravando a concentração empresarial no segmento da Educação no Brasil, o que prejudica o mercado, alunos e trabalhadores.

Em sua resposta ao SAAERJ, o CADE – órgão fiscalizador responsável pelo combate aos “trustes”, ou seja, à formação de monopólio empresarial em qualquer segmento econômico – decidiu juntar a denúncia do Sindicato ao processo, para que seja levada em conta no momento em que a aquisição se efetivar.

Na resposta, o CADE informa que “este Conselho está acompanhando os desdobramentos da operação envolvendo Kroton e Estácio”. O coordenador da Coordenação-Geral de Análise Antitruste do órgão, sr. Ednei Nascimento da Silva, garante que “as partes não poderão consumar a operação antes da decisão final desta Autarquia acerca dos efeitos concorrenciais resultantes da operação, conforme preceitua o mesmo artigo da lei”.

Veja aqui a resposta enviada pelo CADE ao SAAERJ

Leia aqui a denúncia enviada pelo SAAERJ ao CADE contra a aquisição da Estácio pela Kroton