Veja aqui nossos planos com desconto

Veja aqui nossos planos com desconto

Através do SAAERJ, o associado pode contratar, a custos menores, planos de saúde da Unimed, da Assim, ou o SAAE Saúde. Leia mais »

Conheça os planos odontológicos conveniados ao SAAERJ

Conheça os planos odontológicos conveniados ao SAAERJ

Agora você pode ter acesso à assistência odontológica por um custo compatível. Leia mais »

Nas áreas trabalhista, cível e previdenciária

Nas áreas trabalhista, cível e previdenciária

Nosso Sindicato possui uma ampla e competente estrutura jurídica à disposição dos associados e da categoria em geral para causas coletivas e individuais. Leia mais »

Não fique só. Fique sócio.

Não fique só. Fique sócio.

Veja aqui como se associar ao SAAERJ. Leia mais »

 

Estácio quer arrochar trabalhadores e negociação está num impasse. Próxima reunião dia 24/5

A Universidade Estácio de Sá está jogando duro nas negociações para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) deste ano. Os dirigentes da instituição pretendem impor um reajuste salarial somente pelo INPC e, mesmo assim, limitado a um salário-teto, ou seja, algumas funções não teriam sequer a inflação. Além disso, a Estácio propõe congelar o Vale Alimentação, ou seja, nenhum reajuste este ano, e nega o pagamento do PLR.

O Sindicato rejeitou essa proposta e as negociações no momento se encontram num impasse. Uma nova reunião de negociação está marcada para o próximo dia 24 de maio.

NEGOCIAÇÃO DIFÍCIL

Estamos em fase de negociação do ACT com a Estácio desde o dia 17/04, apesar de a pauta reivindicatória ter sido enviada para a instituição em dezembro do ano passado.

Naquele primeiro encontro apresentamos a defesa do nosso PLR que, de pronto, a Estácio afirmou não ter condições de negociar, embora saibamos que os resultados divulgados na Bolsa de Valores demonstrem o contrário.

O índice de reajuste proposto e também a majoração do Vale Alimentação pedido buscam, tão somente, repor o que fora corroído pela inflação (que o governo teima em mascarar).

INTRANSIGÊNCIA

Ao nos reunirmos em 30 de abril, a Estácio reafirmou não ter condições de pagar o PLR e criou-se um impasse, tendo como base os resultados econômicos da empresa e esta posição de intransigência dos dirigentes.

No dia 9 de maio, a Estácio reafirmou não querer negociar mais o PLR, declarando-se com posição fechada sobre o assunto.

Em 17 de maio, a Estácio afirmou claramente que só pode pagar o INPC, sem reajustar o Vale Alimentação, e limitando o reajuste a um teto de salário, ou seja, excluindo algumas funções do reajuste salarial. Mais uma vez o Sindicato não concordou, pois viola direitos e nos impõe um achatamento nos salários.

Assembleia responde às propostas da Agile Corp para o ACT 2019-2020

Em Campanha Salarial visando o Acordo Coletivo (ACT) deste ano, os empregados da Agile Corp rejeitaram por unanimidade a proposta da empresa, que pretendia substituir o vale alimentação por cesta básica. Com relação ao reajuste salarial, os trabalhadores presentes aceitaram que o Acordo seja assinado com reajuste de 4%, ou seja, acima da inflação do período de vigência do Acordo passado (3,94%). A Assembleia, no entanto, frisou que esse aumento deve ser aplicado tanto aos salários, quanto ao vale alimentação e demais cláusulas financeiras, como o incentivo à assiduidade.

A negociação abrange os auxiliares de administração escolar, empregados da Agile Corp (ex-Masan), que prestam serviços nas unidades de Colégios e/ou Escolas Estaduais pertencentes ao Quadro da Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro e das Creches, EDI’s e escolas pertencentes ao Quadro das Secretarias Municipais de Educação em toda base territorial do Estado do Rio de Janeiro.

Na Assembleia, os trabalhadores foram informados sobre o andamento dos processos coletivos movidos pelo SAAERJ na Justiça do Trabalho – cobrando a multa prevista nos Acordos Coletivos quando houver atraso no pagamento dos salários -, assim como sobre as reclamações feitas pelo Sindicato no Ministério Público do Trabalho, onde reclamamos de outras questões referentes aos contratos de trabalho e às rescisões contratuais.

Leia aqui o Ofício do SAAERJ encaminhado à Agile Corp.

Conheça aqui a ata da Assembleia de 18/05/2019.

Jurídico do Sindicato estuda novo recurso no processo do Atrasadão II contra a UERJ

No último dia 14 de maio, a Subseção II Especializada em Dissídios Individuais do Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu contra um recurso do SAAERJ no caso conhecido como “Atrasadão II”, movido contra a UERJ.

Pretendíamos nesse recurso a reforma do acórdão proferido pelo Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, que julgara improcedentes nossas pretensões na ação rescisória nº 0004278-46.2010.5.01.0000.

Leia abaixo a nota do Departamento Jurídico do SAAERJ, que informa que “já deu início aos estudos do recurso aplicável à hipótese, a fim de garantir o reexame da ação rescisória nas instâncias superiores”.

Assembleia dos empregados da Agile Corp dia 18 de maio, às 10h, na UERJ. Participe!

O Sindicato está convocando os empregados da Agile Corp para uma Assembleia Geral no dia 18 de maio de 2019, sábado, para discussão das propostas do Acordo Coletivo com vigência de 01 de março de 2019 a 29 de fevereiro de 2020.

Venha conversar sobre a Proposta apresentada pelo SAAERJ e a contraproposta apresentada pela Agile Corp para o Acordo Coletivo de Trabalho 2019-2020. Além disso, vamos informar sobre a atual situação dos pagamentos dos salários dos empregados da categoria.

Conheça aqui nossa Pauta de Reivindicações

Veja aqui a Contraproposta apresentada pela Agile Corp

A Assembleia será às 10 horas no auditório 11 — 1° andar, Bloco F, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, localizada na Rua São Francisco Xavier, 524, Maracanã, Rio de Janeiro — RJ.

Veja abaixo o Edital de Convocação e participe!

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

O Presidente do Sindicado dos Auxiliares de Administração Escolar do Estado do Rio de Janeiro, usando das prerrogativas dos Artigos 17 e 18 alínea b do Estatuto do SAAE-RJ, convoca os auxiliares de administração escolar empregados da Agile Corp. Serviços Especializados (nome anterior — Masan), situada à Estrada São Lourenço s/n°, quadra 21 lote 01 — Duque de Caxias — RJ – CEP.: 25243-150, que prestam serviços nas unidades de Colégios e/ou Escolas Estaduais pertencentes ao Quadro da Secretaria de Estado de Educação do Estado do Rio de Janeiro e das Creches, EDI’s e escolas pertencentes ao Quadro das Secretarias Municipais de Educação em toda base territorial do Estado do Rio de Janeiro, para se reunirem em Assembleia Geral Extraordinária, sendo específica para discutir e decidir sobre proposta apresentada pela empresa nas negociações referentes ao Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020. A reunião será realizada no dia 18 de maio de 2019, no auditório 11 — 1° andar Bloco F da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, localizada na Rua São Francisco Xavier, 524, Maracanã, Rio de Janeiro — RJ — Cep 20550-900, às 10h00min em primeira convocação e às 10h30 min, em segunda convocação, com a seguinte ordem do dia:
1) Apresentação da Proposta apresentada pelo SAAERJ e contraproposta apresentada pela Agile Corp para o Acordo Coletivo de Trabalho 2019-2020;
2) Informações sobre a atual situação dos pagamentos dos salários dos empregados da categoria;
3) Discussão;
4) Deliberação sobre o incentivo à assiduidade e vale alimentação.

Rio de Janeiro, 09 de maio de 2019.

Elles Carneiro Pereira
Presidente

Se quiserem acordo, UBM e SOBEU terão que apresentar proposta nos autos das ações judiciais, informa SAAERJ ao MPT

Em Audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT) de Volta Redonda, no último dia 2 de maio, nosso Sindicato informou à Procuradoria e à UBM-SOBEU que qualquer proposta de acordo sobre os pagamentos devidos terá que se dar nos autos das ações judiciais já abertas pelo SAAERJ.

Na audiência, o SAAERJ informou ao MPT que, diante do silêncio da UBM após proposta da categoria aprovada em assembleia no dia 11/03/2019, já foram ajuizadas três ações coletivas: uma sobre atraso salarial, uma sobre o 13º e outra sobre Férias de 2016 e 2017. Informou ainda que uma quarta ação judicial está sendo preparada sobre o tíquete alimentação. Sendo assim, qualquer acordo que a UBM busque terá que ser feito nos autos dessas ações.

O SAAERJ requereu – e o MPT aceitou – a participação do Ministério Público do Trabalho nessas ações.

No momento, segundo informado na Audiência, os trabalhadores da UBM Educacional (Centro Universitário de Barra Mansa) e da SOBEU (Sociedade Barramansense de Ensino Superior) estão com os salários em dia, mas ainda sofrem com os 13º atrasados de 2017 e 2018 e o não pagamento do abono de férias. Além disso, as verbas rescisórias de alguns dos trabalhadores dispensados no final de 2018 e início de 2019 foram parceladas em 24 vezes, sem a participação dos sindicatos, tendo sido quitadas as duas primeiras parcelas.

A Audiência de 2 de maio se deu no âmbito do Inquérito Civil aberto no MPT pelo SAAERJ e pelo Sinpro-SF contra a UBM e a SOBEU por conta dos seguidos atrasos e danos causados aos empregados.

Veja aqui a Ata da Audiência no MPT de Volta Redonda

“Se você quer mais conquistas, se quer um bom Acordo Coletivo, fortaleça seu Sindicato!”

Veja este terceiro trecho do vídeo do companheiro Elles Carneiro, presidente do Sindicato.

Se você quer um bom Acordo Coletivo, se você quer mais conquistas, se você quer manter um eficiente apoio jurídico para nossas reivindicações, fortaleça o seu Sindicato, contribua com o Sindicato.

Somos 45 mil trabalhadores em todo o Estado do Rio de Janeiro. Não fique só, fique sócio!

 

Você pode também assistir ao vídeo completo aqui.

Tentativa de sufocar os sindicatos visa deixar o trabalhador desprotegido e sem direitos

Veja neste segundo trecho do vídeo do companheiro Elles Carneiro, presidente do Sindicato, como governo e empresários tentam impedir a sobrevivência dos sindicatos. O objetivo é deixar você desprotegido, tornando mais fácil a subtração de seus direitos e o arrocho do seu salário.

Você pode também assistir ao vídeo completo aqui.